Flores em casa

Eu amo flores em casa, pois elas alegram meu coração, me animam, me dão leveza! Um simples arranjo como esse, despretensioso, podem fazer uma grande diferença no seu dia, no seu humor…

eba542ce32ebdfd2fa23727dcedec07f

Anúncios

Ótimas ideias para fotos de família

De vários fotógrafos ao redor do mundo, fotografias de família para você se inspirar quando todos estiverem juntos num almoço, num casamento, num piquenique, num dia qualquer… Fotografias de família são documentos históricos que mexem com os sentimentos de todos. Aqui estão apenas algumas, mas no Ants Magazine  têm 50 fotografias lindíssimas.

Veja também 21 poses para fotografar casais.

 

Retorno das férias

Faz quase uma semana que chegamos da nossa viagem de férias e não descansamos direito ainda… É que já nos envolvemos em tantas outras atividades que não tivemos tempo de dormir até tarde e descansar o esqueleto. E já volto a trabalhar amanhã!!!! O maridão já voltou hoje e as crianças iniciarão as aulas dia seis de fevereiro. O bom é que voltamos renovadíssimos, muito contentes com o passeio, os amigos que fizemos, as boas lembranças da viagem. Como prometi, aí estão algumas fotos que tiramos em alguns dos lugares mais bonitos do Rio de Janeiro. É realmente uma cidade inacreditavelmente linda e muitíssimo charmosa por conta da geografia privilegiada, dos prédios antigos, do mar… Infelizmente não fomos a todos os lugares que havíamos planejado por causa das longas distâncias, mas deu pra curtir bastante.

Família 4 no Pão de Açúcar

Família 4 no Museu de Arte Contemporânea - Niterói - RJ

Jotinha, Jó e eu no MAC

Kim no Pão de Açúcar

No porto das Balsas em Niterói

Kimkim e Joel num restaurante pertinho do Corcovado

Jotinha e Jó no Cristo

Jotinha sob o pôr-do-sol em Niterói

No Corcovado, esperando pra embarcar no trenzinho...

Graças a Deus não choveu pra diminuir nosso entusiasmo, pelo contrário, o sol estava tão forte e o calor tão grande, tipo 40º, que vimos turistas passarem mal. Nós estávamos nos hidratando o tempo inteiro e correu tudo bem conosco. E já temos planos para as próximas férias…

Faça brinquedos artesanais para as crianças

Aproveite materiais que tem em casa, compre outros e faça brinquedinhos junto com as crianças. Esse momento junto com elas reforça os laços e aproxima os filhos dos pais. Sem falar que todo mundo se diverte.

Link: Educar para Crescer

Disciplina com amor

Coisa séria é educar os filhos. Bom seria se houvesse uma fórmula perfeita para que todas as crianças se tornassem educadas, bem-resolvidas, felizes, honestas e igualmente perfeitas. Mas não existe uma fórmula, cada pai e mãe age da forma que acha mais eficiente, do jeito que foi criado, que leu num livro, viu num programa de televisão, observou alguém fazendo ou até mesmo por impulso. A Bíblia diz: “Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele.” Provérbios 22:6. Com respeito à disciplina, há aqueles pais que são negligentes e aqueles que agem de forma abusiva. Tanto uma forma como a outra são altamente prejudiciais ao desenvolvimento da cirança. Ellen White, uma escritora que gosto muito escreveu:

“Na educação da criança, há ocasiões em que a vontade firme da mãe encontra a vontade indisciplinada da criança. Nessas ocasiões há necessidade de grande sabedoria por parte da mãe. Por procedimento imprudente, pela imposição autoritária, pode-se causar grande mal à criança” (Testemunhos para a Igreja – Volume 7, p. 47).

“A Bíblia expõe regras para a correta disciplina dos filhos. (…) [Pais] não reconhecem as responsabilidades que Deus lhes deu, de educarem seus filhos de modo a adquirirem hábitos corretos desde a infância” (Testemunhos para a Igreja – Volume 4, p. 313).

“Mediante disciplina gentil em palavras e atos de amor pode a mãe unir os filhos ao seu coração. É grande erro mostrar severidade e ser muito exigente com as crianças. Firmeza uniforme e controle tranquilo são necessários na disciplina de toda a família” (Testemunhos para a Igreja – Volume 3, p. 532).

“Os pais não devem esquecer os anos de sua infância, de quanto anelavam simpatia e amor, e como se sentiam infelizes quando censurados e repreendidos com irritação. (…) Mas com firmeza, misturada com amor, devem exigir obediência dos filhos” (Testemunhos para a Igreja – Volume 1, p. 388).

O castigo é um método bastante usado para que a criança pequena possa se acalmar e pensar no que fez. Isolando-a por um tempo, a mãe ou o pai também pode se acalmar e controlar suas emoções. Em caso de agressividade ou de birra, é bastate eficiente. Os especialistas recomendam um minuto para cada ano de idade da criança. Se ela tem três anos, três minutinhos são suficientes.

Os livros de Ellen White podem ser encontrados na editora CPB.

Informações sobre o castigo como forma de disciplina, você encontra no Boa Saúde. Consultei a BAP para outras informações sobre o tema.

O simpático banquinho-ampulheta tem o ciclo de duração de cinco minutos e está à venda no Wisteria, por 69 dólares.

Como ajudar seu filho a ler e escrever

Lembro muito bem da emoção que sentimos quando nossos filhos começaram a ler e escrever. Cada um deles tinha cinco anos… começaram cedo, mas naturalmente. O Jota me escrevia bilhetinhos carinhosos e lia todas as placas das ruas e os rótulos de produtos. A Kim certa vez escreveu a letra da música de campanha do candidato a prefeito da nossa cidade com todas as palavras grudadas… foi muito engraçado. Inesquecível. Acredito que as professoras faziam um ótimo trabalho na escola, enquanto que em casa nós incentivávamos os dois para que eles não tivessem dificuldades nessa etapa tão importante.

Como seria bom se os pais tivessem um guia para ajudar também seus filhos a ler e escrever! Bem, o site Educar para Crescer preparou o ABC da Alfabetização com dicas super legais para a família , tipo criar listas de compras com as crianças, deixar bilhetinhos ao alcance delas, ler para elas desde muito cedo, criar brincadeiras com as palavras e muitas outras… O guia está em ordem alfabética e cada letra tem várias dicas. Vale muito a pena ser lido e aproveitado, inclusive pelos professores, indicando-o para os pais.

“Uma pátria chamada Bezerra Bonfim”

Todo mundo gostaria de conhecer sua própria história mais profundamente, saber quem são seus antepassados, compreender sua origem, sentir que pertence a uma família e passar a seus descendentes o valor que eles têm por também fazerem parte de um grupo tão especial e único. 

Eu tenho orgulho de pertencer a uma família muito grande e bacana, a família Bonfim, que há muitos anos se uniu à família Bezerra, e deu origem a essa história tão incrível e incomum. Foi assim:

“Duas irmãs, Isabel e Josefa, casaram-se. A primeira com Alexandre Ferreira do Bonfim e a segunda com Joaquim Alves Bezerra. Dos filhos de Isabel e Alexandre, seis casaram-se com seis filhos de Josefa e  Joaquim. Descendentes dos outros filhos de Josefa também casaram-se com descendentes de outros filhos de Isabel. E os casamentos com parentes continuaram, não apenas Bonfim com Bezerra, mas também Bonfim com Bonfim e Bezerra com Bezerra. E assim, até os dias atuais.” págs 21 e 22

Nossa família teve origem no estado do Ceará e hoje está espalhada pelo Brasil inteiro e por muitos outros países. Em virtude disso, muitas dificuldades foram encontradas para realizar a pesquisa: dificuldades para coletar informações precisas, dificuldades financeiras, de comunicação, transporte etc.  Felizmente a pessoa que está à frente deste trabalho é uma mulher incansável e guerreira, Maria Olívia Beserra Macedo. Acredito que Maria Olívia teve sede de conhecer a história de seus familiares a fundo e acabou deixando esse legado maravilhoso para toda a família nesta e nas futuras gerações.

O livro inteiro é de uma riqueza sem tamanho e me sinto orgulhosa de ter meu nome, do meu esposo, dos meus filhos, pais e irmãos registrados na página 122. As palavras de Júnior Bonfim resumem o que eu gostaria de acrescentar:

“Como Ruy Barbosa, descobriu que,’multiplicando a família, chegamos à Pátria’. Ou que ‘a Pátria é a família amplificada’. Parabéns, Olívia. Como judeus errantes, vivíamos dispersos pelo continente. Temos agora um espaço único. Teu livro é o nosso território comum: uma Pátria chamada ‘Bezerra Bonfim’!”

Na foto abaixo, Seana, minha trisavó.

O livro tem 496 páginas e tem um lugar de destaque na minha sala, pra todas as visitas olharem e para consulta constante. Eu não poderia deixar de mostrá-lo aqui, né?

Do que a gente vai brincar hoje?

Brincar com os filhos é criar laços. Quando eles forem grandes lembrarão com ternura do tempo que passamos com eles fazendo atividades divertidas. Além do mais, as crianças que brincam são mais saudáveis.  Pensando nisso, a Revista Crescer selecionou diversas brincadeiras para crianças de menos de um ano até os oito anos, pra dentro e fora de casa. São apaixonantes. Professoras, fiquem atentas: para as crianças, brincar é assunto muito sério e o pátio da escola é tão impotante quanto a sala de aula.

Veja também: 10 atividades para fazer enquanto a televisão estiver desligada

Clique na imagem pra ver as brincadeiras.

As ilustrações são perfeitas!

Amor e guerra

Quando criança, ouvi minha mãe contar que minha avó paterna, Dona Tile, havia se casado bem jovem, com um rapaz bonito, forte e bondoso chamado Alfredo, na década de 1930. Vó Tile era apaixonada pelo marido e eles viveram felizes durante seis meses, até que ele foi convocado para uma guerra no Rio de Janeiro e morreu em combate. Ela foi comunicada da morte do marido através de um telegrama que recebeu do exército. Algum tempo depois ela se casou com meu avô. Minha mãe contou que ouvia Vó Tile falar, de cor e salteado, o conteúdo do telegrama quando já era casada com meu pai. Meus pais se casaram em 1965.

Acredito que a guerra em que Alfredo morreu foi a Intentona de 1935, movimento liderado por Luis Carlos Prestes contra o governo de Getúlio Vargas.   

Histórias de amor me comovem, sou uma romântica irreparável. Hoje li uma história de amor muito linda, com um final mais feliz que o de Tile e Alfredo.  

O casal russo Boris e Anna se conheceu na aldeia em que ela vivia. Ele havia ido fazer um discurso comunista. Foi amor à primeira vista. Casaram-se em 1946 e depois de três dias de casados ele teve que voltar a sua unidade do Exército Vermelho. Se despediram com um beijo apaixonado, sem imaginar que passariam 60 anos separados. Aconteceu que o pai de Anna fora mandado ao exílio com toda a família por haver se recusado a obedecer ordens de Stalin. Anna se recusou a ir, até ameaçou se suicidar, mas foi obrigada a acompanhar seus pais. Quando Boris voltou à aldeia ficou desesperado por não encontrar a esposa e ninguém sabia onde estava a família. Assim eles se separaram.Na nova aldeia a mãe de Anna queimou todas as lembranças que ela tinha de Boris, cartas, poemas e fotos, inclusive as do casamento, e mentiu para ela, dizendo que Boris havia se casado, por isso não a procurava. O próximo passo da mãe de Anna foi arranjar um noivo para ela. Anna recusou-se a casar e tentou se matar, mas a mãe chegou na hora, deu-lhe um tapa no rosto e disse-lhe que não fosse tão estúpida. Ela acabou se casando como a mãe queria.

Algum tempo depois Boris também se casou e escreveu um livro sobre um jovem soldado que havia se casado com uma mulher com quem passou apenas três noites. Com o tempo Boris e Anna ficaram viúvos. 

Com o fim da União Soviética, Anna viajou para sua antiga aldeia e foi visitar a casa onde viveu com Boris durante aqueles três dias. Nesse mesmo dia, Boris chegou àquela aldeia para visitar o túmulo de seu pai e também foi até sua antiga casa. Ele tinha agora 80 anos.

 Boris e Anna Kozlov

Anna avistou aquele homem idoso descendo do carro e achou que o conhecia. Ele se aproximou olhando pra ela e os dois se reconheceram. Ela chorava de alegria, o coração acelerou. Ele a abraçou e disse:  ‘Minha querida, eu estive esperando por você por tanto tempo. Minha mulher, minha vida …'” Os dois passaram a noite interia falando sobre tudo que havia acontecido com eles e sobre as circunstâncias cruéis que os separaram.

Link: Russian couple reunited after 60 years apart

Outono

7 cores no outono japonês

Imagem do Bocaberta

Uma vez um homem encontrou duas folhas e entrou em casa segurando-as com os braços esticados, dizendo aos pais que era uma árvore. Ao que eles disseram: “Então, vai para o pátio e não cresças na sala, pois as tuas raízes podem estragar o carpete”.

Ele disse: “Eu estava brincando, não sou uma árvore” e deixou cair as folhas. Mas os pais disseram: “Olha, é outono”.

Lindo poema do americano Russell Edson que encontrei na Casa dos Poetas. Obrigada, Eduardo.

Viva com Esperança

Esperança para a família

Marcela não pôde conter as lágrimas. Parecia não existir explicação para o fato de que seu casamento se transformara em cinzas. Mãe de três filhos, profissional bem-sucedida, respeitada entre seus colegas e vizinhos, ela sempre acreditou que as diferenças com seu esposo não passavam de algumas palavras ásperas e descontentamentos passageiros. De repente, seu mundo veio abaixo. Carlos, o esposo, achava que precisava de tempo para “pensar”. Um de seus filhos passou a andar com maus companheiros e os outros não iam bem no colégio. Por causa desses problemas, ele decidiu abandonar o lar. “Como cheguei a esta situação?” ele perguntava.

As relações familiares, atualmente, estão sob fortes pressões e conflitos. Essa crise que afeta os pais repercute e se amplia nos filhos, que estão sob fogo cruzado. A violência infantil, o uso de drogas e a rebeldia dos adolescentes são algumas das conseqüências. Quando as relações familiares entram em crise, todo o indivíduo é afetado. Torna-se difícil agir racionalmente. Os sentimentos se descontrolam, causando angústia, medo, ira e depressão. Talvez as cenas descritas acima não lhe sejam estranhas e retratem parte da dor que você está sofrendo.    

A família é o único espaço que pode nos dar segurança. Quando, porém, essas relações fracassam, o resultado é dor, sofrimento e tristeza. As feridas abertas na família podem sangrar por toda a vida.

Em meio a um panorama tão escuro e desalentador, como é possível encontrar a chave da felicidade na família? Existe esperança para as crises familiares?
Angustiada, Marcela atendeu ao conselho de uma amiga e buscou força e auxílio em Deus. Começou a freqüentar uma igreja próxima de sua casa e pediu ao esposo que lhe perdoasse. Ele voltou para casa e logo toda a família passou a ir à igreja. “Deus salvou minha família e me transformou. Agora, até o relacionamento com meus filhos mudou”, disse Marcela.

A Bíblia menciona que Deus não somente Se preocupa com cada pessoa individualmente, mas também com nossa vida familiar. Por isso, na criação, Ele estabeleceu duas instituições importantes: a família (Gênesis 2:23, 24) e o sábado como dia de repouso (Gênesis 2:1-3). A família é o núcleo básico da sociedade, o o lugar em que devemos nos sentir amados e felizes. O sábado é o dia em que os membros da família devem estar juntos para adorar e honrar o Criador (Isaías 58: 13,14). Deus conhece muito bem aquilo de que necessitamos para sermos felizes. “Eu sou o Senhor, o seu Deus, que lhe ensina o que é melhor para você, que o dirige no caminho em que você deve ir” (Isaías 48:17). Apesar de nossos erros, Ele nos ama continuamente, desejando sempre o melhor para nossa família. “Eu [o] amei com amor eterno; com amor leal [o] atraí” (Jeremias 31:3).

Deus jamais Se afasta de nós. Devemos buscá-Lo com todas as nossas forças. “Vocês Me procurarão e Me acharão quando Me procurarem de todo o coração”, afirma o Senhor (Jeremias 29:13).   

Depois de um estudo realizado com milhares de casais, os pesquisadores descobriram que os casamentos em que os cônjuges oram a Deus e dedicam tempo para ler a Bíblia juntos, têm 90 a 95% de possibilidade de sobreviver.

Entretanto, a maior esperança para você e sua família se encontra no breve retorno de Jesus a este mundo e na Nova Terra que Ele prometeu, onde “estaremos com o Senhor para sempre” (1 Tessalonicenses 4:17). Ali será realizada a grande reunião da família de Deus, e todos os seus membros viverão para sempre em completa harmonia.

Marcos Blanco

Avalie sua família
1. Como está a comunicação entre os membros de minha família?
2. Eu e meu cônjuge nos entendemos quanto à educação de nossos filhos?
3. Quais são nossos pontos fortes?
4. Em que aspectos precisamos melhorar?
5. Sabemos perdoar um ao outro?

Para acessar este artigo em áudio ou vídeo, acesse www.esperanca.com.br

Baby Spot – a web do bebê

Baby Spot é uma espécie de Orkut dos bebês. Os pais podem criar uma página e publicar fotos e vídeos do baby, participar de grupos e conversar com outros pais corujas. Assim, dá pra acompanhar o desenvolvimento do bebê, fazer amigos e mostrar para os avós que moram longe como o netinho está fofo a cada dia que passa.

Vi no Bebés y Más.

Parabéns pra mim!!!!!!!!!!!!!!!

rainhahelo.jpg

Hoje estou muuuuuuuuuuuuuuito feliz. É meu aniversário! Meu marido e meus filhos estão me tratando como uma rainha. Eles fazem isso sempre, mas o dia do aniversário é diferente, né? Agradeço muito a Deus pela vida e por todos os presentes que ele tem me dado. 

Lembrei agora de quando meus irmãos e eu éramos crianças e algum de nós fazia aniversário. Meu pai pegava o violão e cantava: “Feliz aniversário, luz dos olhos meus…” Eu me sentia muito especial quando era minha vez, como me sinto agora, porque estou rodeada de amor e carinho.

Um pedófilo no quarto do seu filho

Imagine a cena: uma mãe terrivelmente cansada e muito ocupada abre a porta e vê um homem pervertido que diz: “Você está tão cansada, me deixe  cuidar de seu filho ou filha!” E a mãe, sem questionar, permite que o homem mau entre, vá para o quarto da criança e feche a porta. O que acontece lá, a mãe desconhece. Parece absurdo, mas acontece algo parecido quando os pais colocam uma televisão ou um computador no quarto dos filhos e deixam que usem à vontade sem nenhuma supervisão.

children_computergames.jpg

Alguns consideram a tecnologia uma grande aliada na criação dos filhos quando os pais trabalham fora e não podem dar a atenção que as crianças precisam, mas ninguém duvida que as famílias estão em perigo por causa disso. O acesso à pornografia é muito fácil e qualquer criança pode encontrar material pornográfico enquanto usa a internet. Quando uma criança pesquisa em algum site de imagens a palavra brinquedo (parece uma idéia inocente, não?), pode facilmente se deparar com imagens de brinquedos sexuais, o que pode aguçar sua curiosidade e levá-la a sites que uma criança jamais deveria visitar. Quanto à televisão, novelas, comerciais e programas estão repletos de imagens e linguagem impróprias para crianças. Expor crianças e adolescentes à pornografia é perigoso para a saúde mental deles. Segundo James Dobson (2006, p. 200) muitos homens que cederam a apetites sexuais perversos os atribuiram ao começo de sua adolescência. É o caso de Teddy Bundy, eletrocutado na Flórida em 1989 pelo assassinato de pelo menos 28 mulheres e meninas (esse número pode chegar a 100), que iniciou sua vida trágica de violência sexual quando encontrou, aos 13 anos, material pornográfico numa lata de lixo. 

Os pedófilos já foram crianças, já foram adolescentes que certamente foram afetados por obscenidades que os estimularam sexualmente. A presença dos pais nessa fase (e em todas as outras) tão difícil, é imprescindível para que o sexo seja compreendido como algo saudável para o futuro dos filhos e eles possam construir um bom lar.

Para os pais que se preocupam com a criação de seus filhos, é difícil lutar contra a televisão, a internet, o vizinho que fala palavrões, os colegas da escola que tem acesso a tudo… Nossa atenção deve ser total, devemos ser vigilantes e, principalmente desenvolver entre nós e nossos filhos uma relação especial de amizade e cumplicidade. Muitas crianças apreciariam muito mais passar um tempo com os pais, brincando de bola ou rolando no chão do que ganhar brinquedos caros.   

image57.jpg

Cada criança precisa sentir que faz parte de algo especial, que é a família. Esse senso de pertencer, desenvolvido a partir da proximidade entre pais e filhos é o que vai fortalecer o caráter deles e protegê-los contra a cultura que conspira contra as famílias.

Para refletir: “Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso que ocupe o vosso pensamento.” Filipenses 4:8

Muito sucesso nessa campanha para Luma e os demais participantes: 

Amigos da Blogosfera, Lys, Andreia Motta,Tania Defensora, Sahmany, Carlos Fran,Cidao, Rosane, Claudia Pit, Leonardo Rocha Pena, Mário Leal, Ronald, Jorge Araujo, David Santos, Chicoelho, Tito Livio, Marco Ferreira, Rafael Rap, Taliesin, Ru Correa, Carlos Jr., Maria Augusta, Simone Zelner, Luci Lacey, Vitoria, Evellyn, Cilene Bonfim, Veridiana Serpa, Silvano Vilela, Grace Olsson, Lino Resende, Elisabete Cunha, Dullim, Daniela Pontes, Cha verde com limao, Aninha Pontes, Junior, Aju, Patty, Fabiola, Meiroca, Fabio Max,Rodrigo Villasboas, Diego Pacheco, Nemias, Leticia Coelho, Lucia Freitas, Rui Nelson, Sonia, Flavio, Victor Fontana, Samantha Shiraishi, Bruna, Marcos Pontes, Luciane, Principe Tito, Sergio Ricardo, Teresa Freire, Dª Anja, Roberto Balestra, Dario Velasco, Juca, Sergio, Mirella, Desabafo de mae, Oscar, Flainando na web, Gente sem saude, Pedro IvoFabiana, Aline Silva Dexheimer, Val Barbieri, Juzinha, Dono do Bar, Rosamaria,Flavia, Odele Souza, Lunna Montez’zinny, Nerio Junior, Paula Goes, Herika, Chuvinha, Georgia Aegerter, Adri-Dri-Drika, Ola, Maria, Ana Cranes, Leonor Cordeiro, O mundo encantado de Cecilia Meireles, Madalena Barranco, Mara Fortuna, Luiza Helena, Monika Mayer, Turmalina, Everson, Edson Marques, Maria Laura, Fernanda, Elvira Carvalho, Chawca, Jens, Ricardo Rayol, Amigona, Janaina de Almeida, Naldy, A Abiose Maringaense, Oliva Verde, Ziggy, Miguel, Rui Nelson, Heloisa, Maria Clarinda, Pegasus, Caleydoscope Eyes, Cristiane Fetter, Paula Barros, Heloisa, Rakel Macedo, Tony, Miosotis Obidos, Lucas Ghellere, Sonia Horn Nascimento, Renata Christina, Claudia, Sclair, Tati Sabino, Landinho, Ana Paula, Aurea, Garfio, Xico Lopes, Anunciacao, Tina, Mutumutum, Karina, Lucia Helena F. Moura, Teresa Freire, Raul Rudoisxis, Willian Mendes, Maria da Conceicao Banza, Meyviu, Laura, Rosa Silvestre, Pata Irada, Vrouw, Parvinha, Sombra do Sol, Kleverson Neves, Jake, Euza Noronha, Arco-iris, Ecclesiae Dei, Taty Ferreira, Julio Moraes, Afonso, o Chato, Regina Celia Simoes, Gighiggi, Tomavana, Cristina, Tanya, Daniel Mafinski Biz, Sophia Mar, Rodrigo Reis, Nadja, Luiza Gaivota, Ingrid, Sergio Issamu, Antonio Madrid, Peciscas, Maria Augusta, Looking4good, Ricardo Cobra Martinez, Teo Victor, Gustavo Chaves, Pena, Sergio Coutinho, Fernando Cury, Baby, Isabel Filipe, Ana Sofia, Andrea Sig Mundi, Sandra Mora.

 

Parabéns, filhinha!

 

Hoje minha filha completa nove aninhos. Quando Kim nasceu, Joel e eu concretizamos um sonho: ter um menino e uma menina. Meu primeiro filho chama-se Jota e, quando estava grávida pela segunda vez, eu dizia: se for outro menino, vai ser ótimo! Mas comecei a reparar nas garotinhas com vestidinhos, fivelas nos cabelos, sapatinhos cor-de-rosa, aí eu pensei: Eu quero uma menina! E ela veio como um presente de Deus. Quando a vi na sala de parto não acreditei que pudesse haver um bebê tão lindo, tão perfeito. E ela crescia e ficava mais linda! Quando tinha dois anos, ela sonhava em ter cabelos compridos. Olhava para minhas amigas que tinham cabelos longos e perguntava: Seu cabelo é de verdade? Então ela colocava toalhas na cabeça e fingia que tinha um cabelão. Depois o cabelo dela cresceu, cacheado e bem preto, lindo! Kim tem personalidade forte, é esperta, engraçada, inteligente e estudiosa, sabe argumentar e escreve bem, pois lê muito.

Hoje é um dia maravilhoso, muito esperado por todos da nossa família. Para a  amada Kim, felicidades e um futuro brilhante. Deus a abençoe!

Contra a pedofilia

No dia 14 de fevereiro muitos blogs estarão escrevendo sobre um tema muito sério e preocupante: a pedofilia. Não posso deixar de participar, pois considero esse ato nojento, algo extremamete doentio. Infelizmente os criminosos estão soltos, mas nós, como pais e cidadãos, precisamos dizer que estamos alertas. Em defesa da inocência, esse blog participa dessa campanha. Parabéns à Luma pela iniciativa.

Feliz Ano Novo!

advent04.jpg

Todo ano que começa é uma caixinha de surpresas. Não podemos saber com certeza o que irá acontecer, mas temos muitas esperanças e sonhos que desejamos realizar. Meu desejo para 2008 é que todos os que estão lendo essas palavras tenham um ano maravilhoso, cheio de saúde e alegria. Para mim e minha família, confiar em Deus é a maneira mais segura para vencer as dificuldades, por isso não temos medo. Feliz Ano Novo para todos!

“O Senhor guardará a tua saída e a tua entrada, desde agora e para sempre.” Salmo 121:8